...

   Notícias


26/07/2015

   Mais de 50 Registro de Crimes Ambientais no 1º Semestre de 2015


A Ecopef em parceria com a Fundação de Meio Ambiente de Santa Catarina - FATMA vem realizando desde meados de 2008 o Monitoramento de Crimes Ambientais, através de rondas  no interior e áreas limítrofes (zona de amortecimento) do Parque Estadual Fritz Plaumann, esta que é uma Unidade de Conservação de proteção integral, criada como medida de compensação ambiental pelos impactos ambientais causados pela Usina Hidrelétrica Itá.

 No primeiro semestre de 2015 foram desempenhadas 12 rondas de monitoramento, as quais contemplaram as mais diversas áreas da unidade de conservação, dando ênfase para locais que já possuíam histórico de acesso e de práticas clandestinas ilegais. Com a ação, foram evidenciados 51 registros na área interna do Parque, classificados em 08 tipos de crimes  ambientais, compreendidos por: Entrada Clandestina, Pesca, Caça, Corte Ilegal, Resíduos Sólidos, Acampamento, Extração de Pinhão e Caixa de Abelha. Destacam-se os registros de entradas clandestinas, pesca e caça, que quando somados representam 85% do total de registros evidenciados nestes primeiros seis meses de 2015.

Com os resultados dos esforços de campo, mensalmente a Ecopef, sob anuência da FATMA, elabora e envia relatórios técnicos, contendo imagens fotográficas, coordenadas geográficas e descrição das ações clandestinas identificadas em campo, contribuindo com os órgãos fiscalizadores,servindo como apoio estratégico para execução de ações que coíbam os crimes ambientais na área do parque e seu entorno.



Comentários