...

   Notícias


13/06/2020

   Dia Brasileiro do Turismo


Neste sábado dia 13 é comemorado no Brasil o Dia do Turista. A data tem sua importância devido às implicações econômicas do setor. A atividade  foi responsável por cerca de 8,1% do PIB brasileiro em 2019 e Isso se deve principalmente ao fato do Brasil ser um país de proporções continentais, berço dos biomas mais biodiversos do planeta e com um litoral de mais de 7300 km de extensão. Algumas regiões possuem elevado potencial turístico, que às vezes acaba por não ser explorado como um todo, entretanto é fato que este é um setor que cresce cada dia mais.

Santa Catarina destaca-se pelo potencial pois possui uma vasta gama de destinos em seu portfólio turístico. Estes vão desde o litoral, que recebe milhares de turistas internacionais todos os anos dada a beleza de suas praias, passando pela serra geral e seus cânions, que são em grande parte visitados por aqueles que buscam aventura e ecoturismo, ainda no coração catarinense, na região do planalto, é rica e memória sobre batalhas travadas em uma das maiores guerras civis da história do país. Conforme adentra-se ao interior, é viva a história da colonização e ocupação da região e todos os traços culturais peculiares deste povo, importados das sociedades ítalo-germânicas.

Concórdia é inserida em um ponto chave do estado, um eixo onde faz-se presente um dos destinos turísticos do Vale do Contestado, o qual engloba mais de 60 municípios, sendo o Parque Estadual Fritz Plaumann considerado um dos atrativos âncora no ecoturismo da região.

Sediado na comunidade de Sede Brum, o Parque Estadual Fritz Plaumann possui uma extensão territorial de 741,9 hectares destinados à conservação integral da Floresta Estacional Decidual, uma das conformações florestais mais ameaçadas do bioma de Mata Atlântica. Gerido pelo Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina - IMA em parceria com a Ecopef é um dos principais destinos turísticos da cidade.

O Parque está aberto para a visitação desde o ano de 2007, conta com  um sistema de trilhas que podem ser realizadas de forma guiada e autoguiada e com diferente grau de acessibilidade, ainda dispõe de área de lanche e uma sala com painéis interativos que explicam mais sobre o Parque, a floresta e o histórico de ocupação. A visitação aos atrativos é gratuita e não é permitido a visita com animais doméstico e consumo de bebida alcoólica. 

Devido ao período e pandemia em relação ao coronavírus o centro de visitantes do Parque encontra-se em reforma de suas estruturas para no retorno, melhor atender o seu público. 



Comentários